Bairro-escola

Bairro-escola é uma proposta de aprendizagem compartilhada que articula e aproxima escolas, comunidades, organizações sociais, empresas e poder público, visando promover condições para o desenvolvimento integral de indivíduos e territórios, com especial atenção às crianças, adolescentes e jovens.

Entendendo o ensino-aprendizagem como um processo contínuo, que acontece em todos os espaços e tempos, soma-se agentes, recursos e conhecimentos. Busca-se o desenvolvimento do indivíduo em seus múltiplos aspectos: intelectual/cognitivo, emocional/afetivo, físico/motor, social/relacional e simbólico/cultural. Valoriza-se tanto a história e a cultura local, como a abertura e manutenção de espaços para a inovação permanente. Promove-se o desenvolvimento da autonomia, o exercício da criatividade e o cuidado com o outro e com o meio. Busca-se a construção de relações democráticas, conscientes da interdependência entre todos e que ajudem a entender o significado de liberdade e responsabilidade, respeitando igualmente diferentes indivíduos, diferentes origens, gostos, ritmos e fases de vida.

Tecnologia social reconhecida pelo UNICEF como modelo de educação a ser replicado mundialmente, o Bairro-escola se tornou referência para a formulação de políticas públicas de educação integral no Brasil. Desde então, o Bairro-escola tem inspirado diversas iniciativas, sendo reconhecido e premiado por organizações nacionais e internacionais como a Fundação Banco do Brasil, o Ministério da Educação (MEC), a Universidade de Harvard e o WISE (World Innovation Summit for Education).

Quatro elementos principais estruturam um Bairro-escola:

Escolas Articuladoras

Escolas que desenvolvem seus projetos político-pedagógicos envolvendo as famílias e a comunidade.

Rede Intersetorial

Integração das políticas públicas e formação de rede de proteção social entre agentes da educação, saúde, desenvolvimento social e direitos humanos.

Fóruns Públicos

Espaços democráticos de participação política da comunidade, incluindo espaços para participação direta de crianças, adolescentes e jovens.

Diversidade Educativa

Oportunidades educativas promovidas por diferentes agentes e setores: organizações sociais, empresas, poder público e agentes da cultura.

 

 
Em 2004 e 2005, o UNICEF e a Cidade Escola Aprendiz trabalharam em conjunto na primeira sistematização da proposta Bairro-escola, espalhando a experiência como referência para processos de desenvolvimento local e educação. A publicação “Bairro-escola, uma nova geografia do aprendizado” foi produzida em três idiomas – português, inglês e espanhol.

 

 

Em 2007, a publicação “Bairro-escola: Passo a Passo” é desenvolvida em parceria com o Ministério da Educação e o UNICEF, e distribuída a todos os municípios brasileiros (5.564)  como ferramenta conceitual para integrar as estratégias do Plano de Desenvolvimento da Educação no Brasil. O material está disponível para download, conheça aqui.
 

 

 

Imagine uma escola sem muros, aberta a todos. Uma escola imensa, com quadras, praças e parques. Com cinemas, teatros, museus, ateliês. Com ruas e casas. Uma escola em que o saber acadêmico tem tanto valor quanto o saber popular e em que o currículo é uma grande trilha, ao longo da qual se vivenciam experiências e descobertas.
Coleção Tecnologias do Bairro-escola